Verificação de formas de onda 5G rápida em condições reais

Verificação de sinais transmitidos 5G no campo com o analisador de espectro portátil R&S®Spectrum Rider FPH

Analisador de espectro portátil Spectrum Rider FPH

Sua tarefa

O 5G, padrão sem fio da próxima geração, promete disponibilizar uma experiência de usuário avançada oferecendo novos aplicativos e serviços através de velocidades extremamente altas e latência significativamente aprimorada. A empolgação com o lançamento das redes 5G está aumentando. Muitas operadoras já começaram a configurar redes de teste.

Durante os testes e por uma questão de simplicidade, os provedores de infraestrutura normalmente usam um analisador de espectro para medir parâmetros críticos de downlink.

Figura 1: sequências SSB
Figura 1: sequências SSB
Abrir o Lightbox

Sinal downlink 5G

Com base em 3GPP, existem dois intervalos de frequência básicos (FR1 e FR2). O FR1 cobre entre 450 MHz e 7,125 GHz, enquanto o FR2 cobre entre 24,25 GHz e 52,6 GHz. As tendências de frequência para 5G são principalmente inferiores a 40 GHz. No intervalo de frequência, o bloco de sinal de sincronização (SSB) consiste em 240 subportadoras contíguas. No domínio de tempo, um SSB consiste de quatro símbolos OFDM.

Uma ocorrência de SSB na ranhura depende do tipo de caso de espaçamento da subportadora (SC). A Tabela 2 mostra o espaçamento de SC para diferentes tipos de caso. A Figura 1 ilustra as sequências do SSB. SSB é a combinação de SS e PBCH, onde PSS, SSS, e PBCH com DM-RS associado ocupam diferentes símbolos.

Figura 2: sinal downlink 5G com dados de usuário
Figura 2: sinal downlink 5G com dados de usuário
Abrir o Lightbox

A solução da Rohde & Schwarz

Pesando apenas 2,5 kg, independentemente do intervalo de frequência, o analisador de espectro portátil R&S®Spectrum Rider FPH suporta frequências de até 31 GHz, que cobrem a maioria das bandas de frequência candidatas a 5G. Com uma carga única, o analisador pode operar por mais de seis horas. No modelo de base, suporta medições de análise de espectro, tais como largura de banda ocupada (OBW), potência de canal, emissão espúria e distorção harmônica. Isso oferece uma interpretação rápida das medições de análise de espectro. O R&S®Spectrum Rider FPH de última geração é um instrumento econômico, intuitivo e resistente. Ele suporta monitoramento de espectro, validação de projetos de RF, busca por interferências e teste de transmissor de RF. No modo OB, o R&S®Spectrum Rider FPH mostra automaticamente a largura de banda ocupada do sinal downlink 5G.
Na figura 2, a largura de banda ocupada é de aproximadamente 100 MHz, correspondente à largura de banda do canal 5G especificado. A largura de banda do SSB capturado (sinal SS/PBCH) também corresponde ao valor teórico de 7,2 MHz (240 subportadoras × 30 kHz de espaçamento de SC). A Figura 3 mostra o sinal downlink 5G no domínio de tempo. Com base na ocorrência SSB, isso é facilmente reconhecido como espaçamento de SC, caso C. Em conformidade com o padrão, o comprimento teórico de uma ranhura é de 500 μs e 33,3 μs por símbolo, correspondendo totalmente ao sinal downlink transmitido. Por fim, o leve analisador de espectro portátil R&S®Spectrum Rider FPH pode ajudar rapidamente a verificar sinais downlink 5G em campo. Não é necessária nenhuma configuração complicada e nem opções especiais ou caras.

Figura 3: sinal downlink 5G com dados de usuário no domínio de tempo, espaçamento de SC
Figura 3: sinal downlink 5G com dados de usuário no domínio de tempo, espaçamento de SC