Tecnologia DRM+

O DRM+ é uma expansão dos padrões DRM existentes em relação à faixa de frequência útil. Portanto, o DRM+ deve ser capaz de digitalizar a transmissão de som VHF. O DRM (Digital Radio Mondiale) foi desenvolvido como padrão de transmissão digital de som para uso no mundo inteiro em onda longa (LW), onda média (MW) e onda curta (SW). O DRM é usado para transmissão de som bem como para transmissão de dados digitais adicionais para frequências de até 30 MHz.

As frequências necessárias estão expostas a condições de propagação altamente flutuantes. Nesta faixa de frequência, as ondas são influenciadas pela ionosfera e elas são refletidas dependendo da hora do dia, estação e número relativo de manchas solares. O AM foi inicialmente usado para a transmissão de som nesta faixa de frequência. Graças ao padrão digital, à codificação de áudio AAC+ e à tecnologia COFDM, a transmissão de sinal agora promete qualidade excepcional em comparação à transmissão AM convencional.

Cenário de implantação DRM+

O DRM usa o plano de banda existente e a grade de frequência presente na onda média, longa e curta. Sendo assim, a tecnologia facilita a transição da tecnologia de transmissão analógica para digital, o que pode cobrir vastas áreas a um custo favorável. Devido às influências externas nas condições de transmissão, os parâmetros de transmissão podem ser ajustados para corresponder às condições de propagação.

Uma vantagem de utilizar o DRM+ também é o consumo de energia significativamente mais baixo dos sistemas de transmissão.

International Website