5G NR – busca de interferências na ligação ascendente de redes TDD

Formato pequeno, com um grande ganho de desempenho:
Formato pequeno, com um grande ganho de desempenho: o R&S®Spectrum Rider FPH, juntamente com uma antena direcional, permite identificar e localizar sinais de interferência, mesmo em redes TDD
Abrir o Lightbox

Sua tarefa

O 5G chegou, e as primeiras redes estão sendo implementadas. São muitas as expectativas com relação a dados de transferência de alta velocidade, latência ultrabaixa e altíssima confiabilidade. Uma gama completamente nova de aplicações e serviços está prestes a ser lançada. O 5G NR traz um outro novo aspecto para a área: essa será a primeira vez que redes TDD (Time Division Duplex) terão uma pegada global. Para muitas operadoras, o desafio começa na compreensão das implicações de se gerenciar uma rede TDD, especialmente quando os sinais de interferência ameaçam diminuir o desempenho e a confiabilidade.

A ligação ascendente das comunicações é mais suscetível a interferências do que a ligação descendente. Em redes FDD, é fácil se concentrar no intervalo de frequência atribuído para a ligação ascendente e, seja por meio de um analisador de espectro ou de um receptor portátil, identificar e localizar a fonte de interferência.

Em redes TDD, as ligações ascendente e descendente utilizam a mesma frequência. Isso significa que os sinais da ligação descendente suprimem a ligação ascendente e quaisquer outros sinais presentes.

Mesmo quando a central de operações emite um alarme sobre a presença de um sinal de interferência, é impossível para os técnicos da área identificar isso em medições convencionais de espectro, muito menos localizar a interferência.

Medições de espectro e espectrograma de um sinal TDD 5G NR
Medições de espectro e espectrograma de um sinal TDD 5G NR, largura de banda de 100 MHz e espaçamento subportadora de 30 kHz
Abrir o Lightbox

A solução da Rohde & Schwarz

As soluções portáteis da Rohde & Schwarz, como o analisador de espectro portátil R&S®Spectrum Rider FPH, são compatíveis com um disparo fechado, permitindo aos usuários separar os sinais de ligação ascendente e descendente no domínio de tempo.

Modo de intervalo zero
Modo de intervalo zero: os slots TDD ficam visíveis e é possível configurar uma porta em um slot de ligação ascendente para acionar as medições de espectro
Abrir o Lightbox

Fácil separação dos slots das ligações ascendente e descendente

Em medições de domínio de tempo (modo de intervalo zero), é possível visualizar os slots das ligações ascendente e descendente. Nesse modo, o usuário pode configurar uma janela ou porta com um comprimento específico. No caso do uso aqui descrito, o usuário configura uma porta que cai em um slot de ligação ascendente.

O Spectrum Rider FPH só faz medições em slots de ligação ascendente
Com o disparo fechado ativo, o R&S®Spectrum Rider FPH só faz medições em slots de ligação ascendente, o que permite o fácil reconhecimento de um sinal de interferência
Abrir o Lightbox

O resultado é uma medição de espectro adequada de sinais de ligação ascendente.

Identificação e localização de interferências

O gráfico de cascata compatível com o R&S®Spectrum Rider FPH facilita a identificação de sinais de interferência. A gravação longa de até 999 h é útil para identificar interferências esporádicas. Os sinais podem ser gravados durante janelas de tempo específicas configuradas pelo usuário ou de acordo com limites precisos de sinal.

Além disso, o R&S®Spectrum Rider FPH conta com uma função de sinal sonoro, para ajudar no processo de busca de interferências. Usando uma antena direcional, o usuário consegue procurar o sinal apenas ouvindo o som emitido pelo instrumento. Quanto maior a potência da interferência, mais agudo será esse som.

A busca de interferências em redes TDD 5G NR, uma tarefa que parecia impossível no início, pode ser facilmente realizada por meio de soluções portáteis da Rohde & Schwarz.

Analisadores, antenas e acessórios compatíveis
Analisadores, antenas e acessórios compatíveis
Abrir o Lightbox