Testando receptores de TV e áudio em carros

Quando se trata de testar receptores analógicos e digitais de TV e de áudio em carros, requisitos especiais devem ser atendidos. Embora os fornecedores garantam a funcionalidade do receptor, esta funcionalidade deve ser testada quando o receptor está integrado no carro. Quando se trata de testar receptores analógicos e digitais de TV e de áudio em carros, requisitos especiais devem ser atendidos. Embora os fornecedores garantam a funcionalidade do receptor, esta funcionalidade deve ser testada quando o receptor está integrado no carro.

A recepção de transmissão em carros
A recepção de transmissão em carros
Abrir o Lightbox

Sua tarefa

A multimídia automotiva – já uma realidade em carros de luxo – está cada vez mais presente nos veículos da classe econômica. Além de sistemas de navegação, dispositivos móveis e internet móvel, receptores de TV digital e transmissão de áudio também estão cada vez mais inclusos. O foco é principalmente sobre as funções do sistema, tais como operação, busca de canais, mudança automática de frequência e a interação com outros dispositivos no sistema de barramento do veículo. Para testar essas funções, condições de recebimento realistas devem ser simuladas, por exemplo, vários canais que podem ser recebidos em uma determinada área. O receptor deve encontrar todos os canais durante a busca. Se houver dois canais com o mesmo programa em diferentes frequências, o receptor deve bloquear primeiro no canal com o sinal mais forte. Se o seu nível cair, o receptor deve mudar para a frequência de outro canal.

Solução turnkey de teste e medição

Testar a função de pesquisa de canal requer pelo menos dois sinais de teste simultâneos que o receptor deverá encontrar. Dois sinais de teste também são necessários para testar a mudança automática de frequência. Como produtores para o mercado global, os fabricantes de automóveis devem oferecer receptores para uma ampla variedade de padrões.

Se os sintonizadores tiverem que ser testados para diferentes padrões de televisão em paralelo e independentemente um do outro, dois sinais de teste são necessários para cada um dos padrões. Isso resulta em um número considerável de sinais de teste necessários, que são melhor gerados usando cada um deles um gerador de sinal de TV. Neste caso, a configuração de um gerador de sinal corresponde exatamente às características de um transmissor de TV a ser simulado. Como conteúdo, esses geradores de sinal usam os fluxos de transporte que foram registrados na área a ser simulada. Desta forma, a mesma situação de recebimento (frequências e programas) que existe no local durante um drive test é reproduzido em laboratório.

A rede combina os sinais de saída desses geradores de sinal e alimenta-os nas estações de teste individuais através de um cabo comum. Se as estações de teste estiverem longe, por exemplo, em um edifício diferente, um conversor elétrico/óptico na saída da rede combinadora será utilizado. Um guia de onda óptico subsequentemente transmite o sinal da soma dos geradores de sinal praticamente livre de perda para as estações de teste, onde o sinal será convertido novamente em um sinal de RF elétrico.

Os geradores de sinal são alojados em um rack de 19 pol. Eles geralmente estão localizados em uma sala separada e protegida, e são controlados remotamente a partir de um PC central via LAN. Os fluxos de transporte estão em um servidor, de onde podem ser copiados para os geradores de sinal, também via LAN.

Configuração do teste da solução integral com a SFC
Configuração do teste da solução integral de teste e medição com a R&S®SFC
Abrir o Lightbox

Implementação

O modulador compacto R&S®SFC é particularmente bem adequado para estes testes. Compacto, com ótimo custo-benefício e totalmente controlável remotamente, ele oferece suporte a todos os padrões convencionais de TV digital e analógica e de transmissão de áudio (consulte a tabela 1). É possível reproduzir internamente fluxos de transporte específicos do cliente, bem como todo o conteúdo da biblioteca da Rohde & Schwarz.

Além disso, o R&S®SFC apresenta baixo consumo de energia, o que reduz consideravelmente os custos de funcionamento da solução de aplicação. O software de controle de sistema R&S®Central TX é usado para controlar e monitorar os dispositivos de rede.

1) Excluindo Rádio HD ™ e SDARS. O HD Radio™ é compatível com o R&S®SFE100; os sistemas XM Radio™ e Sirius™ são compatíveis com os geradores de sinal R&S®SMBV100A e R&S®SMU200A.

Este software permite configurar remotamente os R&S®SFC de forma individualizada e fornece uma visão direta do respectivo estado de funcionamento. Ele também inclui uma função de transferência de arquivos com a qual os fluxos de transporte podem ser copiados para os moduladores R&S®SFC individuais. Além dos geradores de sinal e do software de controle, a Rohde & Schwarz também fornece a rede combinadora e racks de 19", monta os componentes e coloca o sistema em operação no local em suas instalações – fornecendo uma solução turnkey de um único fornecedor.

Soluções relacionadas